Bolsonaro diz que não vai à posse de presidente eleito na Argentina

Bolsonaro diz que não vai à posse de presidente eleito na Argentina

Alberto Fern√°ndez, pertencente ao campo peronista, derrotou o candidato preferido de Bolsonaro, Maurício Macri. Bolsonaro disse que n√£o vai fazer 'retalia√ß√£o' à Argentina. O presidente Jair Bolsonaro durante declara√ß√£o à imprensa na portaria do Pal√°cio da Alvorada nesta sexta-feira (1¬ļ)

Guilherme Mazui/G1

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira (1¬ļ) que n√£o vai à posse do presidente eleito da Argentina, Alberto Fern√°ndez. A posse est√° marcada para o dia 10 de dezembro.

Fern√°ndez foi eleito em vota√ß√£o no último domingo (28). Ele pertence ao campo político do peronismo e tem como vice a ex-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, que j√° foi alvo de críticas de Bolsonaro. O candidato preferido do presidente brasileiro era Maurício Macri, atual presidente argentino que foi derrotado na tentativa de reelei√ß√£o.

Perguntado por jornalistas na porta da residência oficial do Pal√°cio da Alvorada se iria à posse de Fern√°ndez, Bolsonaro respondeu: "N√£o vou. Decidido."

"Torci, torci, pelo outro, mas j√° que ganhou, vamos em frente. Da minha parte, n√£o tem qualquer retalia√ß√£o. Espero que eles continuem fazendo uma política conosco, uma semelhante à que o Macri fez até o momento", continuou o presidente.

Elei√ß√£o de Fern√°ndez é teste para o eixo Brasília-Buenos Aires

Logo após a confirma√ß√£o da vitória de Fern√°ndez, Bolsonaro disse que a Argentina havia "escolhido mal". Ele também afirmou que n√£o parabenizaria o candidato vencedor.

Nesta sexta, o presidente mencionou que o país vizinho est√° "numa situa√ß√£o complicada". "Nossos irm√£os argentinos, pe√ßo a Deus que dê tudo certo l√°", completou.

A Argentina é o terceiro principal parceiro comercial do Brasil, atr√°s de China e Estados Unidos. Além disso, ao lado de Uruguai e Paraguai, Brasil e Argentina integram o bloco Mercosul.

Eleito na Argentina, Alberto Fern√°ndez busca fortalecer apoio dentro do peronismo